Escolha seu caminho em direção a Inovação Educativa

+
Você já sabe que todos os cursos da plataforma Escolas Conectadas são gratuitos, e que você pode fazer quantos cursos tiver interesse. Mas agora, você pode também escolher qual percurso quer trilhar no caminho da inovação educativa! E ainda, você fica sabendo antes das novas edições dos cursos.
 
Os Caminhos para a Inovação são constituídos de cinco trilhas para seus estudos na plataforma. Você pode escolher uma ou mais temáticas que lhe interessem: Tempo e Espaço, Currículo, Práticas, Relações ou Cultura Digital. Cada tema tem um leque de cursos relacionados. 

O ProFuturo, programa global de educação da Fundação Telefônica Vivo e da Fundação “la Caixa”, incentiva a formação a distância e o compartilhamento de conhecimento entre educadores por meio da plataforma Escolas Conectadas. Como funciona? Para chegar nos Caminhos para a Inovação, é simples. Entre na página inicial da plataforma Escolas Conectadas e, ao lado de Buscar Cursos, selecione a opção Explorar Caminhos Para a Inovação. Você será redirecionado à página da iniciativa, onde poderá escolher qual caminho seguir. Ou, se preferir, acesse diretamente clicando neste link. Depois de escolher qual será sua trilha em busca da inovação, clique no botão Quero inovar por esse caminho, no canto direito. Inclua o seu CPF, para cadastro na plataforma e clique, novamente, no botão Quero inovar por esse caminho. A partir daí, você estará inscrito nos Caminhos para a Inovação. Logo, quando novas turmas dos cursos da sua trilha escolhida estiverem disponíveis, cursistas inscritos nos Caminhos para a Inovação ficam sabendo antes de todo mundo e podem se inscrever nos cursos. 

O objetivo de ter os Caminhos para a Inovação é possibilitar que o professor monte seu próprio percurso, e assim, ter mais autonomia, com suas necessidades e interesses. Além de poder adaptar ao seu contexto. 
 
“Se a nossa sociedade muda a cada dia, o mesmo precisa acontecer com as práticas de educação. Precisamos estar sempre atentos e ouvir as demandas dos tempos atuais. Quando pensamos no papel do professor, a formação continuada é urgente e importante”, diz Americo Mattar, diretor-presidente da Fundação Telefônica Vivo.

Os cursos também podem ser realizados fora dos percursos. Porém, fazer cursos da mesma temática possibilita se aprofundar em uma área de estudo. A classificação dos caminhos leva em consideração três dimensões: os cinco eixos da Inovação Educativa, as áreas do conhecimento e, por último, as competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Inovação Educativa é o conceito aplicado pela Fundação Telefônica Vivo para imaginar um mundo de novas possibilidades na educação. Dentro disso, existem cinco eixos, também chamados de dimensões: Currículo, Prática, Tempo, Espaço e Relações. A inovação educativa é um processo contextualizado, coletivo e colaborativo que promove a criação de novas respostas para os desafios de qualidade e equidade da educação. 

A inovação educativa deve ser uma ação intencional de mudança em relação ao convencionalmente estabelecido em cada escola. Os processos de inovação educativa devem responder uma necessidade/desafio real de cada comunidade e devem envolver processos de escuta e participação da comunidade escolar, de investigação (diagnóstico e problematização), de criatividade, de identificação de potencialidades locais, de planejamento, implementação e avaliação de soluções.

Para Jéssica Nozaki e Mariana Garcia, do Estúdio Casa Aberta, que ajudaram a Fundação Telefônica Vivo na construção dos caminhos complementam “Esperamos que o educador tenha uma visualização mais assertiva e organizada dos cursos ofertados e se engaje ainda mais com eles, aproveitando todo o potencial formativo da plataforma, e também que exercite a capacidade de inovação e o pensamento criativo e assim, transformar os processos de ensino e aprendizagem” 

“A ideia é levar para os professores a possibilidade de potencializar o que já fazem em sala de aula”, finaliza Americo.



ESSE CONTEÚDO FOI INSPIRADOR?